Você sabia que a dissolução da união estável pode ser feita em cartório extrajudicial?

Para isso, é necessário que os conviventes estejam de acordo com o fim da união e também quanto a partilha dos bens que adquiriram durante o período que estiveram juntos. Além disso, não pode existir filhos menores ou maiores incapazes.

Apesar de ser mais prático do que recorrer às vias judiciais, para fazer a dissolução da união os conviventes precisam estar assistidos por um advogado, que assinará a escritura em conjunto.

Mas, se por acaso os conviventes não puderem comparecer no Cartório para assinar a escritura, um advogado pode perfeitamente representá-los por meio de procuração pública, através da qual terá poderes específicos para assinar o documento.

Por ser um procedimento menos oneroso e mais célere, a dissolução da união estável de forma extrajudicial tem tido uma grande procura nos tempos atuais.
Em caso de dúvidas, busque informações com um profissional de sua confiança.

Voltar